//
Você está a ler ...
Bwizer, Cursos, Geral, Saúde

O que sabe sobre a pertinência da Ginástica Laboral?

O corpo humano está preparado para o movimento e para o trabalho de acordo com a força, resistência, flexibilidade e habilidades desenvolvidas por cada um. Obviamente, todas essas qualidades têm um limite físico e mental e é esse limite, associado à estrutura física, dados antropométricos e características individuais do ser humano, que irão caracterizar a diferenciação das pessoas enquanto trabalhadores.

A Estratégia Nacional para a Segurança e Saúde no Trabalho, define como eixo fundamental do desenvolvimento das políticas neste domínio, a promoção da segurança e saúde nos locais de trabalho, como pressuposto de uma melhoria efectiva das condições de trabalho (ACT, 2010), e não se consegue intervir no local de trabalho sem inicialmente intervir junto do trabalhador.

De acordo com a Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho (AESST, 2007) as lesões músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho (LMERT) são o problema de saúde relacionado com o trabalho mais comum na Europa, afectando actualmente milhões de trabalhadores. Segundo a mesma publicação, só na Europa, 25% dos trabalhadores queixam-se de dores nas costas e 23% queixam-se de dores nos músculos, tornando os custos destas lesões, elevadíssimos para os trabalhadores, as entidades patronais e estado.

Ao ser hoje incontestável que o aumento crescente das lesões músculo-esqueléticas em todo o mundo, inclusive em Portugal, afecta trabalhadores e entidades empregadoras e está na origem de elevados níveis de absentismo, de incapacidades e, até, de morbilidade, a prevenção das LMERT, através de programas de intervenção específicos, surge da necessidade de antecipar a probabilidade de ocorrência deste tipo de lesões.

Quando falamos da aplicação de programas específicos como a ginástica laboral por exemplo, diversa literatura expõe formas de aplicação, estudo de tempos e métodos de desenvolvimento dos planos, mas nenhum grupo de trabalhos é consensual quanto ao método de avaliação usado, ou na justificação da escolha de um grupo de exercícios em detrimento de outro.

Quando criamos e direccionamos um programa de intervenção, convém identificarmos os factores de risco físicos, da forma mais detalhada possível, para existir um comprovativo do nexo de causalidade das queixas com o trabalho quotidiano que torna vulnerável, por efeito cumulativo, algumas estruturas físicas.

Apesar dos primeiros relatos da prática de actividade física de curta duração no local de trabalho, datarem de 1928 na Polónia, e do destaque internacional ter sido assumido pelo Japão na década de 60, com programas de exercícios junto aos trabalhadores, adoptada como uma ferramenta de diminuição e prevenção do crescente surto de casos de lesões músculo-esqueléticas ligadas ao trabalho, em Portugal chegou mais tarde.

Assistimos cada vez mais a investigação ligada a esta área em Portugal e mais profissionais a dedicarem-se à Saúde Ocupacional e programas de prevenção de LMERT, onde se inclui a Ginástica Laboral, desde fisioterapeutas, educadores físicos, enfermeiros, ergonomistas entre outros. No entanto, comparativamente com outros países, ainda existem poucos relatos na comunicação social e poucas publicações científicas sobre o tema, daí a necessidade de cada vez mais profissionais se dedicarem à área, não só em termos de investigação científica mas também na prática profissional, de forma a que tenha cada vez mais impacto na saúde das empresas e dos trabalhadores.

O curso Bwizer de Ginástica Laboral permite desenvolver competências para intervir na área de saúde ocupacional, em programas de prevenção de LMERT e promoção da saúde dos trabalhadores, nomeadamente através de programas de Ginástica Laboral, proporcionando-lhes ferramentas eficazes de intervenção prática. Trata-se ainda de uma excelente oportunidade para quem pretende diversificar as suas competências, ficando apto a explorar um novo segmento do mercado.

(Vanda Carrelhas, é uma formadora Bwizer, que gentilmente contribuiu para o blog com este importante texto)

Discussão

Ainda sem comentários.

Participe! Deixe um comentário ...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: