//
Você está a ler ...
Bwizer, Comunicação, Emprego, Fisioterapia, Formação, Hugo Belchior, Saúde

Celebrar o passado com os olhos no futuro  

vdb-visao-de-futuroEscrevo este texto enquanto acompanho um curso de Terapia Manual Desportiva, com Luís Pinto, em Lisboa.

A certa altura, ao ver a turma toda à minha frente, lembrei-me de uma sensação boa que tive há uns anos, salvo erro na 1ª edição do curso oficial de Kinesio Taping, no início de 2010.

O bom feeling resultou da constatação que ali estavam imensas pessoas, a aprenderem coisas novas, satisfeitas, oriundas de locais bastante diversos, e que tudo aquilo estava a acontecer porque eu e os meus colegas na Bwizer tínhamos projectado aquilo e tínhamos sido capazes de levar a bom porto aquela ideia.

Hoje, passados alguns anos, com a felicidade de termos organizado centenas de eventos e de termos contado com milhares de clientes, essa sensação não diminuiu; pelo contrário, aumenta a cada novo patamar que atingimos. E vem acompanhada pela noção de responsabilidade acrescida.

Estas boas sensações cruzam-se com a evidência da mudança do mercado de trabalho, sobretudo a nível da fisioterapia. Aquilo que há uns anos parecia utópico, representa hoje a área de maior crescimento do sector e aquilo que mais poderá contribuir para uma mudança da relevância social da profissão: o trabalho liberal dos fisioterapeutas.

A fisioterapia privada, em gabinetes e clínicas, tem hoje uma expressão sem paralelo com, seguramente, alguns milhares de sessões diárias, de Norte a Sul do país.

Ao ver isto, recordo-me daquele dia em 2010 (ou seria 2009?), no tal curso de Kinesio Taping. O caminho percorrido desde essa altura, quer na Bwizer quer na fisioterapia privada, onde o valor acrescentado de cada um fica muito mais visível e cria um modelo muito mais meritocrático, é um caminho feito lado a lado. E se o nosso crescimento se deve, em parte, a essa mudança da profissão, acredito que a mudança deste sector também tem beneficiado do nosso trabalho. Do nosso e do de outros que, como nós, pressionam as fronteiras da actuação e potenciam o conhecimento e a evolução.

hugo2Tudo isto, do nosso lado, começou com um sonho, o sonho de contribuir para a evolução dos nossos clientes. É um sonho que, a cada dia, se vai tornando um pouco mais real.

E tu? Já sonhaste o teu sonho? Já o começaste a viver? Acredita, é mais simples do que às vezes parece. Nem sempre é fácil mas, é simples.

Votos de bons projectos.

Hugo Belchior

Discussão

Ainda sem comentários.

Participe! Deixe um comentário ...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: